Fome emocional X Fome Fisiológica

Fome emocional X Fome Fisiológica

A saúde mental tem um papel essencial no processo de emagrecimento saudável, uma vez que, além de termos que manter uma mentalidade equilibrada e direcionada corretamente para os objetivos da perda de peso, as emoções chegam a interferir na sensação de saciedade, fazendo com que a gente pense que estamos com fome quando, na verdade, podemos estar ansiosos, entediados ou estressados.

Assim, é importante procurar compreender e detectar a diferença entre fome emocional e fome fisiológica, ter essa consciência ajudará a manter os hábitos alimentares em dia, evitando que você coma sem fome e sem necessidade.

Mas afinal, qual a diferença entre os 2 tipos de fome?

Fome fisiológica

A fome fisiológica, como o próprio nome diz, é aquela de origem física, a fome tradicional que sentimos ao ficar várias horas sem comer e que não surge de forma súbita e nem é associada ao desejo por um alimento específico, ela é geralmente suprida com uma refeição balanceada.

Fome emocional

A fome emocional, também conhecida como fome hedônica, é caracterizada como tendo surgimento súbito, muitas vezes associada a vontade de comer um alimento específico, como chocolate e geralmente aparece em momentos estressantes do dia, quando a mente está mergulhada em ansiedade, stress e preocupações. 

Ela também pode surgir em dietas muito restritivas, onde o corte brusco de determinado alimento pode levar a carência de nutrientes essenciais para o corpo, como por exemplo, cortar totalmente o açúcar pode levar a uma vontade repentina de comer muitos doces, potencializando inclusive compulsões alimentares.

A fome emocional também é caracterizada pela vontade de assaltar a geladeira, quando abrimos ela para comer qualquer coisa, mesmo que não estejamos com fome, ou seja, é uma forma de tentar ocupar a mente e se distrair mastigando algo, muitas vezes de forma inconsciente.

Para conter a fome emocional, é importante que, em primeiro lugar, você consiga identificar ela, percebendo quando surge a vontade de comer e os possíveis gatilhos que acionam esse desejo, como uma situação estressante ou a sensação de não ter nada para fazer, sendo que uma forma de interromper ela é procurar relaxar a mente e se distrair.

 

Whats App